Arqueólogos que estavam cavando a suposta cidade natal de Golias, Gat, descobriram uma camada de ruínas que remonta aos tempos antigos. Os “impressionantes restos monumentais” poderiam ter inspirado contos lendários de gigantes entre os filisteus “, sugeriu o diretor da escavação Aren Maeir, da Universidade Bar-Ilan.

“Supunha-se que a cidade tivesse atingido seu tamanho máximo entre os séculos X e IX A.C. Agora, verifica-se que essa cidade do início da Idade do Ferro, século XI A.C, poderia ter sido ainda maior e mais impressionante”,
disse Maeir . É uma grande surpresa após 23 anos de escavações no local.

As fortificações encontradas pelos arqueólogos têm quatro metros de largura, enquanto as construídas posteriormente medem pouco mais de dois metros.

Os blocos de construção também se revelaram maiores nos tempos de Golias, mencionados no Antigo Testamento. Eles medem quase dois metros,
enquanto nas camadas posteriores são de apenas 0,5 metros.

O arqueólogo acredita que o grande tamanho dos edifícios pode ter alimentado a lenda sobre gigantes e mudar a idéia dos estudiosos antigos sobre como a cidade se desenvolveu.

Golias, de acordo com o relato bíblico, era um soldado gigante da cidade de Gat e um paladino do exército filisteu, que sitiou os exércitos de Israel por quarenta dias. Nessa história, ele foi ferido e derrotado por David com
um estilingue e uma pedra e foi decapitado com sua própria espada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *