NewsBytes April 2019 a

NewsBytes April 2019 aUm novo estudo revela que durante as horas do sono uma tarefa de limpeza e conserto é realizada nas células do cérebro, onde durante o dia elas acumulam fragmentos quebrados de DNA. “Acho que esta é uma das razões pelas quais precisamos dormir”, explica Lior Appelbaum, pesquisador da Universidade Bar-Ilan. “Um período de desconexão nos dá tempo para limpar tudo para, no dia seguinte, começar tudo de novo do zero”, explicou.

Appelbaum e David Zada analisaram que, se o sono tivesse evoluído em todos os organismos que têm um sistema nervoso, ele poderia funcionar no nível de cada neurônio. Para observá-lo, eles fazeram modificações genéticas no “zebra danio”, um peixe transparente, de tal forma que os cromossomos de seus neurônios tivessem cores químicas. Com um microscópio especial, observaram as células enquanto o zebra danio estava acordado e enquanto dormia.

Durante o dia, os cromossomos não se moviam muito; Fios quebrados de DNA se acumularam nos neurônios, como parte do desgaste natural da vida. Ao dormir, por outro lado, os cromossomos mostraram atividade e mudaram de forma, enquanto a quantidade de DNA descartada foi drasticamente reduzida. A mesma dinâmica foi observada quando os peixes foram privados de sono e quando foram induzidos a dormir com remédios.

Os cientistas registraram imagens em 3D com o desenvolvimento ao longo do tempo para estudar o peixe. Eles foram capazes de observar os cromossomos individuais e, pela primeira vez, demonstraram
que os neurônios precisam de sono para sua manutenção.

Depois de analisar o fenômeno no zebra danio – que, além de ser transparente, tem um cérebro com características comparáveis às do cérebro humano – os pesquisadores esperam estudar ratos para ver se o
movimento de cromossomos e reparo de DNA é semelhante aos ciclos de vigília e sono em mamíferos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *